Parece que este navegador não é compatível ou está desatualizado. Para ter uma melhor experiência em Ballantines.com, recomendamos atualizar para o Microsoft Edge.

EXPERIMENTAR O NAVEGADOR EDGE
Guia de whiskies

COMO O WHISKY É ELABORADO

ballantines the worlds second best selling whisky

Processo do whisky

Existem muitos tipos de whisky. Muitos mesmo, como whiskies single grain, single malt ou blended. Deliciosos maltes defumados ou blends de Speyside com a doçura de mel. E o melhor é que tudo começa com os mesmos ingredientes naturais: cevada maltada, água e levedura. Para fazer o Ballantine’s, o malte e o grão vêm de todos os cantos da Escócia. Usamos os melhores ingredientes nas nossas destilarias, que é onde a verdadeira magia acontece.

 

1

CEVADA

Iniciar a produção de whisky é fácil. Primeiro, colocamos os grãos de cevada submersos em água para germinar até surgirem brotos. As coisas realmente começam a avançar quando as enzimas entram na mistura. A biologia era tão divertida assim na escola? Para nós, também não.

Campo de cevada
2

MOAGEM

Depois que a cevada, os açúcares e as enzimas secam, é hora de moer, moer e moer até obter uma espécie de farinha grossa para a próxima etapa do processo: a maceração.

campo de cevada do Ballantine’s
3

Maceração

Agora é o momento de adicionar água quente à farinha grossa no Mash Tun, um recipiente especial projetado para extrair o nível ideal de um líquido doce chamado de mosto. Depois, o mosto é transferido para o recipiente Wash Back para a fermentação, deixando para trás os grãos utilizados, que são então convertidos em alimento para os animais, sem desperdiçar nada.

Maceração do Ballantine’s
4

FERMENTAÇÃO

É aqui que tudo fica realmente interessante. A levedura é adicionada ao mosto no Wash Back para dar início ao processo de fermentação e converter os açúcares em álcool. O tempo de fermentação varia conforme a destilaria, mas geralmente dura de 48 a 56 horas. O resultado da fermentação é um líquido chamado de lavagem, que apresenta aproximadamente 8% de ABV (álcool por volume). Agora, é hora de destilar.

Fermentação do Ballantine’s
5

DESTILAÇÃO

AS COISAS COMEÇAM A ESQUENTAR

Todas as destilarias de whisky single malt usam dois tipos de alambique: Wash Still e Spirit Still. Os dois são feitos de cobre para definir o sabor durante o processo de destilação em duas etapas. O mosto é aquecido a vapor no Wash Still para separar o álcool e transformá-lo em vapores que sobem pelas paredes do alambique e condensam. Esse líquido, chamado de “vinhos baixos” (Low Wines), é coletado no Spirit Safe, um equipamento que auxilia na separação das partes do destilado. Depois, ele é destilado pela segunda vez no Spirit Still, onde apenas o coração da segunda destilação, ou escoamento médio (“middle cut”), é aproveitado como destilado final. É um líquido puro e perfeito, pronto para a maturação como single malt, que um dia será transformado em um whisky escocês blended digno do nome Ballantine’s.

Sala da destilaria do Ballantine’s
6

MATURAÇÃO

Para que um whisky escocês receba a denominação “Scotch”, ele precisa envelhecer em barris de carvalho por, no mínimo, três anos. Isso permite que o whisky interaja com os barris e extraia os sabores, assim como as cores da madeira. É uma verdadeira beleza. Quanto maior for o tempo de armazenamento e a qualidade do barril, mais aromas ficarão impregnados no whisky. Como elaboramos o whisky Ballantine’s há muito tempo, temos um dos estoques mais impressionantes do mundo de whisky escocês envelhecido. Por isso, temos blends envelhecidos durante trinta ou quarenta anos. Depois que o whisky é engarrafado, a maturação é interrompida. Assim não vale a pena guardar as garrafas em uma adega por muitos e muitos anos. É melhor desfrutar do whisky do que guardar na prateleira.

barris de maturação do whisky Ballantine’s
7

BLENDING

O whisky escocês blended é o produto da combinação de blends de vários whiskies single malt e de grãos. Sua elaboração é complexa por natureza. Exige muita habilidade, um nível de intuição enorme, uma excelente memória do paladar e um ótimo olfato. A história do Ballantine’s é sinônimo de trabalho árduo e paixão pela qualidade, características que sempre estiveram presentes nos nossos cinco Mestres de Misturas. Cada um desses Mestres garantiu a continuidade e a qualidade da marca Ballantine’s, mantendo-se fiel às origens dos whiskies da linha.

Sandy Hyslop servindo blends de whisky
sandy hyslop pouring blending bottle
Guia de whiskies

Master Blenders de Ballantine’s

Cinco Master Blenders, um excelente whisky. Leia sobre eles aqui.

Saiba mais sobre nossos Mestres de Misturas
8

ENGARRAFAMENTO

Um whisky de ótima qualidade merece uma garrafa à altura. Em 1938, a qualidade do nosso whisky foi reconhecida com um emblema heráldico presente em todas as garrafas do whisky escocês Ballantine’s até hoje. Outra característica que aparece nas garrafas é a frase em latim “Amicus Humani Generis”, que significa um amigo de toda a humanidade. E um amigo nunca deixa você na mão.

Garrafas de Ballantine’s
Ballantine’s Finest servido on the rocks

Guia de whiskies

O que exatamente é necessário para ser considerado um whisky escocês? Como o whisky é elaborado? O que torna o whisky Ballantine’s assim tão delicioso?

Saiba mais
Ballantine’s Finest servido on the rocks

Nossa linha

Descubra a coleção icônica de Ballantine´s.

Saiba mais

INSCREVA-SE NO NOSSO BOLETIM INFORMATIVO

Quero saber mais sobre:

*Suas informações poderão ser usadas pela Chivas Brothers International Limited e disponibilizadas por nós a outros membros do Pernod Ricard Group. Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento. Também pode exercer seu direito de acesso, retificação, exclusão ou objeção. A Política de Privacidade explica como fazer isso.